O Evento intitulado ROMPENDO O SILÊNCIO do Projeto Raabe, realizado no dia 24 de Novembro de 2013, no Hotel Travel Park, em Lisboa e no Hotel Fenix, no Porto, contou com a presença de 121 mulheres que são vítimas de violência, sendo que 22 mulheres vieram pela primeira vez. O tema foi “A culpa não é sua!”.

Dando início a este encontro as Palestrantes do Projecto Raabe (Lisboa e Porto) agradeceram a presença de todas as participantes, dando as boas-vindas às vítimas que, pela primeira vez, participaram no Encontro. A seguir a apresentação do Institucional Projeto Raabe 2013. Sobre o tema “A culpa não é sua!” referiram-se a importância da vítima não se culpabilizar, seja qual for a atitude que ela tomou ou venha a tomar, mas sim responsabilizar-se pelos efeitos dessa atitude, procurando retificar o que na verdade fez de errado, para que não venha a sentir o peso da culpabilização. Frisou ainda a importância que tem para a vítima, a “consciência da culpa”, ou seja, a vítima deve fazer uma análise prévia, diante da sua consciência, se efetivamente a culpa é sua ou não, relativamente à atitude do agressor. A maioria das vítimas se identificou muito com este tema, o que levou as palestrantes a explicar que ao alimentar, na mente, o sentimento de culpabilização, pode provocar a destruição da sua própria vida ou originar doenças “psicossomáticas”, doenças dolorosas e sintomáticas, algumas bem graves.

Em seguida, uma vítima já superada, Sofia Cunha, contou seu relato falando de

como o sentimento de culpabilização, que lhe era passado pelo agressor, pelas atitudes que ela tomava, e, da forma como ela se conseguiu livrar de todo esse peso que a consumia e conquistar a sua liberdade. Momento de descontração com a música “Super Woman”, na linda voz da cantora Eloisa. Houve a realização de uma intercessão ao Autor da Vida, Fonte de energia e forças para conseguir ser o que até então não era possível…

Presenteamos algumas com o Livro “A Mulher V”, receberam um folheto com os 5 passos para instituir a auto-estima e o primeiro passo já havia sido “cumprido”, livar-se da culpa! Ao término o encontro, as Conselheiras Raabe e profissionais, colocaram-se à disposição de todas as vítimas que desejassem atendimento e aconselhamento. Dado que este Encontro foi também, o 1º. Aniversário da existência do Projecto Raabe em Portugal, à saída, todas as participantes receberam uma cartilha com o “Código Penal Português” e um pedaço de bolo.

Lisboa Porto